terça-feira, 1 de março de 2016

Eu não consigo mais escrever.
Na verdade, eu não consigo fazer nada.
Toda aquela euforia
e todos os planos
foram deixados de lado
num ato de obediência,
quase como se não houvesse outra opção.

Entre uma noite e outra
ninguém mais vê
que através disso tudo
há uma pessoa.

Eu esperava por mais,
como quem tem certeza de tudo.

Um comentário:

  1. Às vezes a gente acha que está inerte, mas a poesia surge de onde menos esperamos.
    Tenha fé e tenha força.
    Tudo dará certo!

    Beijos,

    Algumas Observações

    ResponderExcluir